Marinha dos EUA vai testar laser de combate de nova geração (VÍDEO)

O Escritório de Pesquisa Naval dos Estados Unidos decidiu que o navio de assalto anfíbio USS Portland (LPD-27) vai iniciar uma demonstração da tecnologia de armas a laser e será o carro-chefe do próximo exercício RIMPAC 2018 no Oceano Pacífico.

O anúncio foi feito pelo diretor do projeto de laser naval da Marinha dos EUA, Brian Metcalf, citado pelo Instituto Naval dos Estados Unidos, uma organização privada sem fins lucrativos.

Em 2014, o primeiro estágio de testes com este tipo de armamento a bordo foi lançado, quando um canhão laser de combate foi instalado no navio de transporte de tropas USS Ponce (LPD-15).

O navio de assalto anfíbio Portland abrigará um canhão que é considerado parte de uma próxima geração do Sistema de Armas Laser (LEWS) que o USS Ponce testou por três anos no Oriente Médio, detalhou Metcalf durante uma reunião no simpósio anual da Associação Naval de Superfície.

Esse navio está indo para San Diego (Califórnia, EUA) e está programado para entrar em serviço no próximo mês de abril. No entanto, o Pentágono ainda não anunciou as características de seu novo armamento.

Até o momento, praticamente todas as tropas dos EUA testaram vários tipos de lasers de combate e o objetivo do Departamento de Defesa dos EUA é que eles façam isso a 100%. Atualmente, trata-se de uma arma relativamente cara, mas com munição quase ilimitada e “livre”, diz o portal militar russo Warspot.ru.

Por exemplo, o Exército dos EUA trabalha com uma instalação móvel chamada “Demonstrador móvel de laser de alta energia do Exército”, enquanto o corpo de fuzileiros navais ensaiam com o “Sistema de Defesa Área de Base Terrestre”, e a Força Aérea desenvolve o laser ” Demonstrador Laser de Alta Energia de Auto-proteção”.

FONTE: Sputnik