Força Aérea Suíça leva caças Hornets para testes de disparos de mísseis na Suécia

No dia 20 de setembro de 2018, dois caças F/A-18 Hornets da Força Aérea da Suíça partiram do aeródromo suíço de Emmen e pousaram na Suécia, no aeródromo de Vidsel Test Range, onde até o dia 12 de outubro de 2018 realizarão vários testes de disparos de mísseis ar-ar sob a direção do Centro de Aquisição e Tecnologia da armasuisse (DDPS).

Os testes de modernos mísseis ar-ar exigem grandes áreas de testes, com amplas zonas de segurança e modernos instrumentos de medição para monitorar e avaliar os testes de disparos. Poucas áreas de teste atendem a esses requisitos e estão acessíveis às forças aéreas estrangeiras nos Estados Unidos e na Europa. Um destes locais de testes é a área de Vidsel na Suécia.

Em Vidsel, uma equipe conjunta de especialistas da Força Aérea Suíça, da RUAG Aerospace e da armasuisse realizará a verificação dos disparos sob a direção deste último. Dois cenários diferentes foram planejados, para os quais mísseis AIM-120C-7 AMRAAM serão disparados contra alvos em voo (drones). O voo e a missão serão analisados ??mais tarde.

Um F/A-18C Hornet (para disparo dos mísseis) e um F/A-18D Hornet (servindo como aeronave acompanhante) foram contratados para os testes.

A campanha de verificação deste ano não é a primeira desse tipo. A última campanha ocorreu em 2007 nos Estados Unidos.

O AIM-120C-7 AMRAAM (Míssil Ar-Ar Avançado de Médio Alcance) é um míssil ar-ar guiado por radar da última geração. Destina-se ao armamento do caça F/A-18 da Força Aérea Suíça e substitui em parte o seu antecessor, o modelo AIM-120B adquirido dentro do programa de armamento de 1992 (PA92). O míssil é lançado principalmente em distâncias além do campo visual e capaz de atingir alvos em qualquer tempo.

Ele está vinculado por link de dados à aeronave F/A-18 para orientação ao alvo durante a primeira fase de voo. Ele também tem seu próprio radar, que permite localizar e perseguir o alvo de forma autônoma durante a última fase do voo. O novo míssil guiado por radar da Força Aérea Suíça está introduzido em grande número nas forças armadas dos Estados Unidos e em outras forças aéreas.

Foi adquirido pela Suíça através de um contrato de 180 milhões de francos suíços no âmbito do programa de armamentos de 2011.

O armamento do combate padrão do F/A-18C/D Hornet suíço é composto do míssil guiado por radar para distâncias médias (AIM-120C-7 AMRAAM), míssil infravermelho para distâncias curtas (AIM- 9X Sidewinder), bem como um canhão de 20mm.

FONTE: Cavok