Forças Armadas da Alemanha recebe A321 ex-Lufthansa

Na sexta-feira, a Lufthansa Technik AG entregou um Airbus A321 convertido para as Forças Armadas Alemãs. Além de missões militares, a aeronave também é usada para fins políticos / parlamentares.

A entrega ocorreu na presença do Vice-Almirante Carsten Stawitzki, Diretor Nacional de Armamentos do Ministério Federal da Defesa (BMVg), e Gabriele Korb, Diretora Geral do Escritório Federal de Equipamento, Tecnologia da Informação e Suporte em Serviço do Bundeswehr (BAAINBw).

No lado do cliente, o BAAINBw foi responsável pela aquisição e conversão dentro do prazo e no orçamento da antiga aeronave da Lufthansa denominada “Neustadt an der Weinstraße”. O BAAINBw assinou o contrato avaliado no total em cerca de 90 milhões de euros à Lufthansa Technik na sequência de um concurso público no início de 2017.

Além da compra da aeronave e sua conversão, o contrato também incluiu a aquisição de peças de reposição e apoio logístico para garantir a prontidão operacional, bem como a adaptação da aeronave aos requisitos da Ala de Missão Aérea Especial do BMVg.

“A experiência anterior já demonstrou que os projetos conjuntos entre o Bundeswehr e a Lufthansa Technik sempre foram implementados de maneira muito profissional e suave”, disse Constanze Hufenbecher, diretor financeiro da Lufthansa Technik. “Estamos muito satisfeitos que esta tradição tenha continuado com a conversão desta aeronave e que tenhamos conseguido manter o custo e o cronograma”.

Nos cerca de 18 meses que a aeronave ficou parada, o A321 foi inicialmente completamente reformulado e recebeu 180 modificações. Além da estrutura da aeronave, o trem de pouso e a unidade de potência auxiliar também foram revisados. De um ponto de vista técnico, a aeronave de 18 anos está agora em perfeitas condições. Um kit de voo com peças sobressalentes e ferramentas selecionadas tornará o A321 auto-suficiente para voos para regiões remotas no futuro.

Posteriormente, a aeronave foi equipada com uma cabine VIP e sistemas adicionais, como antenas para opções de comunicação de longo alcance. Dois tanques de combustível adicionais e mais um tanque de água aumentam o alcance para cerca de 5.000 km. A aeronave pode transportar até 84 passageiros, sendo 14 na área VIP e 70 na área da delegação. Para este propósito, o peso de decolagem foi aumentado em quatro toneladas. Além disso, a Airbus recebeu a pintura correspondente da frota de médio e longo curso da Ala de Missão Aérea Especial do BMVg.

A nova aeronave será integrada à atual frota da Ala de Missão Aérea Especial composta pelas aeronaves A319, A340 e Global Express.

A nova cabine da aeronave é fortemente baseada no design moderno e funcional dos Airbus A319 e A340 da Ala de Missão Aérea Especial do BMVg, que já estão em operação de voo. Portanto, um layout semelhante, bem como os mesmos materiais e superfícies foram utilizadas. A cabine é dividida em diferentes áreas para os membros do governo e seus funcionários, bem como para as delegações acompanhantes.

A cabine também é projetada de tal forma que parte da área de delegação pode ser convertida em uma estação de ambulância voadora com instalações de cuidados médicos intensivos (MedEvac), bem como oxigênio adicional e fonte de alimentação separada. Isso significa que duas pessoas feridas ou doentes podem ser transportadas sob supervisão médica.

Em cooperação com o Treinamento Técnico da Lufthansa e o Treinamento de Aviação da Lufthansa, o pessoal técnico e de voo também está sendo qualificado para esse novo tipo de aeronave.

A Lufthansa Technik e as Forças Armadas Alemãs têm trabalhado juntas com sucesso há muito tempo em modificações de cabine e trabalho de manutenção para as aeronaves da Ala de Missão Aérea Especial do BMVg. Atualmente, a Lufthansa Technik fornece suporte para vários serviços técnicos. Estas vão desde o gerenciamento de manutenção até a manutenção de aeronaves, motores e componentes, bem como o fornecimento de peças de reposição, até o fornecimento e revisão de documentação técnica e de aviação.

 

FONTE: Cavok