Força Aérea Argentina recebe primeiro C-130 modernizado totalmente no país

A Força Aérea da Argentina (FAA) recebeu sua terceira aeronave de transporte C-130 Hercules modernizada, sendo a primeira totalmente atualizada pelo pessoa argentino da Fábrica Argentina de Aviones (FAdeA) em Córdoba. A entrega “visa aumentar as tarefas transporte de tropas, de resgate, de vigilância e a campanha antártica”.

A aeronave C-130 “TC-70” foi entregue para a Brigada Aérea de Palomar, no dia 19 de setembro, com a presença do Ministro da Defesa da Argentina Oscar Aguad. A FAA está atualizando cinco aviões C-130s com um pacote aviônico comercial da empresa norte-americana L3 que inclui um sistema de vigilância de tráfego TCAS II TPA-100A, um avançado sistema de alerta de colisão e proximidade no solo (EGPTAWS) Mk VIII com GPS interno, gravador de dados de voo SSU, um gravador de voz de cockpit SSD, um sistema de transponder TRA-67A Mode S, um transmissor localizador de emergência Honeywell 406AF, um computador de dados aéreos Teledyne, um sistema de navegação LTN-100G, um altímetro radar ABH-6H e um Sistema de planejamento de missão CALNAV.

O ministro Aguad também salientou durante o evento a importância de um maior desenvolvimento da FAdeA no IA 63 Pampa III GT (Geração Tactical), uma versão de combate do avião argentino de treinamento militar.

A primeira aeronave (TC-60) foi atualizada pela L3 nos EUA e devolvida à Argentina em março de 2016. Sob os termos do contrato, as quatro aeronaves restantes estão sendo atualizadas na Argentina. A segunda aeronave a sofrer atualizações (TC-61) foi concluída pela FAdeA sob a supervisão do pessoal da L3 em junho de 2017. A terceira aeronave, agora entregue para FAA, foi atualizada pela FAdeA sem supervisão da L3.

Todas as tarefas foram realizadas por profissionais e técnicos argentinos da FAdeA, o que coloca o país como um dos principais operadores de Hercules no mundo e também fornece serviços profissionais para outros países. O primeiro voo de verificação funcional do “TC-70” foi realizado em 3 de agosto e a entrega à Unidade de Usuários da Força Aérea Argentina foi efetivada em 23 de agosto passado.

O processo de reforma envolveu mais de 150 técnicos e engenheiros próprios que, coordenados em dois turnos, trabalharam para conseguir a modernização e manutenção da aeronave.

Mais duas aeronaves (TC-64 e TC-66) estão programadas para sofrer atualizações, com entregas esperadas para 2019. Espera-se que as atualizações aumentem a vida útil dos C-130 da Argentina em 20 anos.

FONTE: Cavok