Holanda assina contrato para modernização dos seus helicópteros Apache

No dia 14 de setembro as autoridades holandesas e norte-americanas assinaram um contrato para modernizar a frota holandesa de 28 helicópteros de ataque AH-64D Apache.

O Embaixador holandês nos EUA, Hoekstra se uniu à Diretora da Agência de Cooperação em Segurança da Defesa (DSCA), Michèle Hizon, e à Secretária de Estado holandesa para Defesa, Barbara Visser, na Base Aérea de Gilze-Rijen, para a cerimônia de assinatura.

Até hoje, a frota holandesa tem sido usada quase continuamente em grandes operações das forças armadas holandesas, como a proteção de tropas terrestres, a escolta de comboios e a realização de missões de reconhecimento. Os helicópteros de ataque são atribuídos ao Comando de Helicópteros de Defesa da Força Aérea Real da Holanda.

O secretário Visser disse: “Reforçar as forças armadas está a todo vapor. Esta assinatura de contrato é um bom exemplo disso. Nossas operações no Afeganistão, no Iraque e no Mali demonstraram a importância dos Apaches. Com essa modernização, nossos Apaches continuam sendo os helicópteros de combate versáteis que nossas forças armadas precisam.”

Os Apaches atuais ficaram tecnicamente e operacionalmente desatualizados após 20 anos de serviço. Durante a revisão, a frota receberá novos cascos, transmissões e pás de rotor. Além disso, o poder dos motores será aumentado e eles serão mais capazes de voar em más condições climáticas. Outros países que usam o Apache também estão realizando essa modernização, o que facilita a cooperação internacional.

A primeira aeronave será modernizada a partir de 2021. Em meados de 2022, os primeiros Apaches modernizados serão reintroduzidos na frota.

O trabalho de modernização, bem como o treinamento de pilotos holandeses em Ft. Hood, Texas, representa um valor total estimado de 1,19 bilhão de dólares.

O AH-64 Apache é um dos helicópteros de combate multi-função mais avançado do mundo. O Exército dos EUA os opera desde 1984, e os Estados Unidos e a Holanda são parceiros do programa Apache desde 1995. No total, existem atualmente 15 nações em todo o mundo que empregam variantes do AH-64.

FONTE: Cavok