US Marines desdobram primeiros caças F-35B no Oriente Médio

Os Fuzileiros Navais dos EUA (USMC) que estão treinando no Chifre da África verão um novo conjunto de asas realizando a clássica missão de apoio aéreo: o caça F-35B Lightning II Joint Strike Fighter.

Os F-35Bs são atribuídos ao Marine Fighter Attack Squadron (VMFA) 211 “Wake Island Avengers” e parte do elemento de combate aéreo desdobrado com a 13th Marine Expeditionary Unit (MEU). A 13th MEU e o Amphibious Ready Group (ARG) do USS Essex, com sede em San Diego, Califórnia, chegaram à área da 5ª Frota dos EUA e lançaram os F-35Bs a partir do convés do navio de assalto anfíbio USS Essex (LHD-2).

“Vamos exercitar toda a capacidade da aeronave sem priorizar uma específica. Tudo estará relacionado ao apoio dos Marines em terra”, disse o coronel Chandler Nelms, que comanda o 13º MEU, em Camp Pendleton, Califórnia, ao USNI News por telefone do Essex no sábado, quando o navio estava operando ao largo de Djibouti. “Temos a oportunidade de percorrer toda a gama de nossas capacidades enquanto estamos aqui.”

Durante duas semanas, os F-35B e o restante do poder de fogo de combate da 13th MEU irão treinar em áreas militares em Djibouti e nas águas internacionais ao largo da costa. Cerca de 4.500 fuzileiros navais e marinheiros com a 13th MEU e o Essex ARG – Essex,  USS Anchorage (LPD-23) e USS Rushmore (LSD-47) – estão participando do exercício TACR, que começou sábado, para Naval Amphibious Force, Task Force 51/5th Marine Expeditionary Brigade.

F-35B Lightning II pousando a bordo do USS Essex (LHD-2)
F-35B Lightning II pousando a bordo do USS Essex (LHD-2)

FONTE: USNI / Poder Naval / FOTOS: US Navy