Pentágono: EUA não têm evidências de que oposição síria tem armas químicas

O secretário de Defesa dos EUA, James Mattis, disse a repórteres na noite desta terça-feira (11) que os Estados Unidos não viram nenhuma evidência de que a oposição síria tenha capacidade para armas químicas.

“E no momento não vemos evidência de que a oposição tenha qualquer capacidade química, apesar do que a Rússia vem transmitindo repetidamente”, disse Mattis.

No início do dia, o Centro Russo para a Reconciliação Síria declarou que as filmagens de uma provocação encenada com o alegado uso de armas químicas começaram na província de Idlib.Um ativista de direitos humanos sírio disse mais tarde à Sputnik que dezenas de Capacetes Brancos chegaram da Turquia para a região de Idlib, a fim de conduzir uma operação de bandeira falsa. Ele disse que eles tinham tanques contendo um gás desconhecido com eles. Os militares russos disseram que o gás era uma substância tóxica à base de cloro.

Além disso, a Rússia alertou sobre a planejada operação de falsa bandeira desde o final de agosto. O porta-voz do Ministério da Defesa russo, general Igor Konashenkov, disse que terroristas estavam preparando o ataque químico de bandeira falsa para provocar uma intervenção estrangeira no país.

FONTE: Sputnik