Helicópteros Ka-52 russos no Egito são os mais potentes em toda a África

Os helicópteros russos Ka-52 Aligátor adquiridos pelo Egito à Rússia são os mais potentes no continente africano, segundo o portal Military Watch.

De acordo com a edição, por suas características, estes veículos ultrapassam consideravelmente os AH-64 Apache, que constituem a maior parte da frota da Força Aérea do Egito, bem como outros veículos semelhantes que estão à disposição dos países do Oriente Médio.

Segundo a matéria, atualmente, a Força Aérea do Egito pode ter em serviço cerca de 30 helicópteros Ka-52.A versão terrestre do helicóptero russo, apelidada de “crocodilo do Nilo”, é equipada com os novíssimos mísseis Vikhr e Ataka, com um alcance de 12 e 6 km, respetivamente. O arsenal da versão naval do Ka-52 continua desconhecido. Contudo, os autores da matéria sugerem que os helicópteros embarcados podem possuir mísseis de cruzeiro “extremamente mortíferos” do tipo Kh-31 e Kh-35, que geralmente são utilizados nos caças Su-30SM.

Caso tal corresponda à verdade, a versão embarcada do Ka-52 no Egito se torna um eficaz “caçador de navios”.

Uma salva de Kh-31, capaz de atingir alvos a mais de 100 km, é suficiente para pôr fora de combate praticamente qualquer embarcação de superfície. O míssil Kh-35, com um alcance superior a 300 km, reforça ainda mais as capacidades do Ka-52 na luta contra navios.

Segundo o Military Watch, os helicópteros russos com equipamento avançado aumentam consideravelmente a capacidade dos grupos de ataque da Marinha egípcia.Além disso, os Ka-52 aproximam os porta-helicópteros de classe Mistral dos porta-aviões em termos de eficácia.

A edição apontou que cada porta-helicópteros egípcio pode carregar a bordo até 16 helicópteros Ka-52 com as pás dobradas.

As versões do Aligátor destinadas à Força Aérea do Egito têm várias características particulares.

Os helicópteros possuem uma fuselagem reforçada, com tratamento anticorrosivo. Os veículos estão equipados com chassis destinados à diminuição de peso de decolagem. Além disso, os helicópteros estão dotados de sistemas de resfriamento adicionais em conformidade com as condições climáticas do Egito.

Os Ka-52 egípcios possuem ainda o sistema de mira ótico-eletrônica OES-52, o sistema de proteção President-S, bem como o sistema de radar Arbalet-52, com um raio de detecção de 32 km.

FONTE: Sputnik