Menino de 11 anos conseguiu hackear réplica de sistema eleitoral dos EUA

Aluno norte-americano, Emmett Brewer, conseguiu invadir uma réplica fiel do sistema de eleições dos EUA, manipulando os nomes dos partidos, os nomes dos candidatos e a contagem dos votos do estado da Flórida, comunica o canal PBS.

Os organizadores da convenção anual de hackers DEFCON propuseram ao menino de 11 anos e a outros participantes da conferência invadir 13 páginas ligadas ao sistema nacional de eleições. Os organizadores deram aos hackers jovens 10 minutos para que eles entrassem na réplica. O evento contou com a participação de 50 crianças de 8 a 16 anos, informa o canal PBS.

O menino cumpriu a tarefa em alguns minutos, manipulando os nomes dos partidos, os nomes dos candidatos e a contagem dos votos. Mais 30 participantes conseguiram realizar a façanha, mas gastaram mais tempo.A Associação Nacional dos Secretários de Estado dos Estados Unidos declarou estar pronta para trabalhar com os vencedores do concurso a fim de reforçar a segurança dos sistemas eleitorais dos ataques de hackers. Porém, a organização se mostrou cética em relação aos resultados do desafio proposto aos jovens.

FONTE: Sputnik