Ministro da Defesa da Sérvia: vamos receber tanques russos no primeiro trimestre de 2019

A 11 de julho ocorreu um encontro entre o ministro da Defesa da Sérvia, Aleksandar Vulin, e seu homólogo russo, Sergei Shoigu, depois do qual Vulin assistiu à cerimônia de encerramento dos quartos Jogos Internacionais do Exército, realizados na região de Moscou no polígono de Alabino.

O ministro da Defesa sérvio contou à Sputnik Sérvia que a conversa com Shoigu tinha sido dedicada aos planos de continuar a desenvolver a cooperação técnico-militar entre dois países.

“Nós exprimimos nossa satisfação completa pela forma como se desenvolve essa cooperação. Além do mais, se falou não só do que já foi feito, ou seja, dos caças russos MiG-29 já entregues à Sérvia, mas também dos helicópteros Mi-17 e Mi-35, cujo fornecimento se espera no futuro”, esclareceu Vulin.

Ele lembrou que em outubro de 2017 a Sérvia recebeu da Rússia, em condições privilegiadas, 6 caças MiG-29. Além disso, a Rosoboronexport prometeu à Sérvia 30 tanques T-72S e 30 veículos de combate BRDM-2 na qualidade de doação. Além disso, desde dezembro de 2018 que Belgrado está em negociações com Moscou sobre a compra de helicópteros de transporte Mi-17 e helicópteros de ataque multifuncionais Mi-35.

“Os tanques e BRDM serão fornecidos à Sérvia no primeiro trimestre de 2019, mas quanto ao equipamento aeronáutico, que já encomendamos, as conversações sobre os prazos de entrega ainda serão realizadas. Mas o mais importante é que o Exército da Sérvia será reforçado com três helicópteros Mi-17 e quatro Mi-35”, acrescentou ministro.

Além da cooperação técnico-militar, durante o encontro foram discutidos temas políticos.

“Fico muito agradecido à Rússia e pessoalmente ao ministro Shoigu, bem como ao presidente russo Vladimir Putin, por seu apoio total ao direito da Sérvia de tomar suas próprias decisões em relação a Kosovo e Metohija e porque Moscou está pronta a apoiar qualquer decisão da Sérvia. Vocês sabem que sem ajuda de Moscou isso seria impossível”, anota Vulin.No decorrer do encontro com o ministro da Defesa da Rússia, Vulin declarou que a Sérvia é um grande amigo da Rússia, e que nunca iria participar da histeria antirrussa e introduzir sanções contra a Federação da Rússia. Ele acrescentou que a Sérvia nunca se tornará um país que pensa e diz mal da Rússia. A Rússia e a Sérvia foram amigos na época mais difícil e permanecerão amigos nos anos melhores.

FONTE: Sputnik