30ª força-tarefa chinesa de escolta naval zarpa para o Golfo de Áden

A 30ª força-tarefa de escolta naval chinesa partiu para o Golfo de Áden e águas da Somália de uma base naval em Qingdao, na província de Shandong, no dia 6 de agosto de manhã para realizar mais uma missão de escolta.

A força-tarefa consiste nas fragatas de mísseis guiados Wuhu (indicativo visual 539) e Handan (579), o navio de abastecimento abrangente Dongpinghu (960), bem como dois helicópteros e dezenas de soldados de operações especiais, um total de quase 700 militares. É a primeira vez que a fragata Handan, de mísseis guiados, participa de uma missão de escolta.

A Marinha do Exército de Libertação Popular da China (PLA Navy) despachou 29 forças-tarefa para missões de escolta no Golfo de Áden e as águas da Somália por 10 anos consecutivos desde sua primeira missão em dezembro de 2008, e escoltou com sucesso mais de 6 mil navios chineses e estrangeiros.

Espera-se que a 30ª força-tarefa de escolta naval chinesa chegue às águas do leste do Golfo de Áden no início de setembro e assuma a missão de escolta da 29ª força-tarefa de escolta.

FONTE: Poder Naval