Brasil divulga detalhes de projeto para novo navio-patrulha

O jornalista Victor Barreira do Jane’s noticiou que a Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON) brasileira pretende lançar uma licitação local em breve para a construção de um navio-patrulha NPa 500-BR para a Marinha do Brasil, no valor de US$ 40 milhões, usando o recentemente estabelecido Fundo da Marinha Mercante que fornece financiamento para embarcações e estaleiros.

A EMGEPRON e a Marinha aguardam a aprovação final do financiamento oficial do governo antes de conceder quaisquer contratos ou fixar um cronograma para o trabalho. No entanto, a EMGEPRON divulgou os primeiros detalhes para o projeto e funções do navio.

O navio é projetado para fornecer manobrabilidade estendida, devido a um propulsor de proa Schottel, estabilizador ativo Rolls-Royce e “bilge keels”.

Navio é um reprojeto da classe Macaé

O NPa 500-BR é um reprojeto do Centro de Projetos de Navios (CPN) da Marinha e da Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON) da conhecida classe francesa Vigilante – no Brasil conhecida como classe Macaé.

Ele terá 57,25 m de comprimento e tripulação de cinco oficiais e 30 subalternos, mas poderão acomodar mais oito militares (ou passageiros). A autonomia é calculada entre 15 e 20 dias.

Segundo a EMGEPRON, o NPa 500-BR contará com modernos sistemas navais, como o Sistema de Controle Tático – SICONTA, o Sistema de Controle de Avarias – SICAV, e o Sistema de Controle e Monitoração da Propulsão – SCMP.

O navio será dotado de canhão de 40 mm, metralhadoras de 20 mm e pode contar com lançador de mísseis superfície-ar.

NPa 500-BR
NPa 500-BR

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS 
Comprimento: 57,20 m
Boca: 8,76 m
Calado máximo: 2,58 m
Deslocamento carregado: 592 t
Velocidade máxima mantida: 20 nós
Raio de ação a 13 nós: 2.800 MN
Propulsão: 2 motores diesel CODAD
Tripulação: até 43 militares
Autonomia: 20 dias

FONTE: Poder Naval