Pentágono acusa Rússia de provocar conflitos nos céus da Síria

O Pentágono, comentando os casos recentes de aproximações entre caças russos e norte-americanos, afirma que a Rússia viola intencionalmente acordos sobre a prevenção de incidentes no espaço aéreo sírio, afirma o CNN citando a representante oficial da entidade, Dana White.

“A Rússia está falhando verdadeiramente em evitar conflitos no espaço aéreo na Síria. Vários destes incidentes não são erros”, afirmou a porta-voz do Pentágono, Dana White, ao CNN acrescentando que o Pentágono está trabalhando para “tratar esta questão ao mais alto nível”.

A declaração do Pentágono surge poucos dias depois de o secretário da Defesa dos EUA, James Mattis, ter comunicado que não é claro por que a Rússia está violando o acordo que separa as forças da Rússia das da coalizão internacional que operam na Síria.

Os militares norte-americanos comunicaram na semana passada que dois caças stealth norte-americanos F-22 interceptaram dois jatos de combate russos após estes terem atravessado o espaço aéreo na área do rio Eufrates, voando para leste da “linha de não conflito”, que é destinada a separar as aeronaves da Rússia e da coalizão internacional que operam na Síria.O Ministério da Defesa russo emitiu na semana passada uma declaração negando as acusações dos EUA e afirmando que o incidente ocorreu a oeste do rio Eufrates.

O acordo mencionado entre a Rússia e os EUA afirma que as forças da Rússia e da Síria podem operar a oeste do rio Eufrates, enquanto os EUA e os seus aliados — a leste. Se as partes quiserem operar em ambos os lados do rio, elas devem comunicar através dos canais especiais entre si.

Sputnik News