Sistema de defesa antimísseis dos EUA na Romênia ameaça a segurança da Rússia, diz diplomata

O sistema de defesa antimísseis norte-americano Aegis Ashore foi implantado na Base Militar de Deveselu em maio de 2016

O sistema de defesa antimísseis norte-americano Aegis Ashore instalado numa base militar na comunidade romena de Deveselu ameaça a segurança da Rússia. O diplomata da embaixada russa, em Bucareste, Pavel Alexeyenko escreveu no Facebook que está provado pelas palavras do ministro romeno da defesa Mihai Fifor, que disse em uma entrevista ao canal de TV Antena 3, na terça-feira, que seu país “tem uma base militar com mísseis balísticos em Deveselu “. Esta informação, foi corrigida pelo ministro mais tarde, provocando um grande escândalo.

“A declaração de Fifor é outra prova de que o escudo americano em Deveselu é uma ameaça direta e imediata à segurança nacional russa. Obrigado por essa verdade espontânea, Sr. Fifor!” escreveu em uma mídia social na noite de quarta-feira o diplomata russo. Na quinta-feira, sua declaração foi citada por vários meios de comunicação romenos, incluindo a agência Mediafax.

Alguns observadores locais consideram a declaração do ministro romeno como uma possível confissão de que existem mísseis balísticos na Base Militar de Deveselu. O analista político Stelian Tanase observou que “há mísseis balísticos lá, como disse Fifor ao vivo”, e então o ministro deveria ser destituído do cargo e entregue ao tribunal por divulgação de segredos de Estado, ou “isso era apenas um lapso de a língua “, que, no entanto, deve despertar desconfiança na Romênia entre os seus parceiros da NATO. Na quarta-feira, os líderes de três partidos da oposição – o Partido Liberal Nacional (PNL), a União da Romênia (USR) e o Partido do Movimento Popular (PMP) – exigiram a renúncia do ministro.

O próprio Fifor afirmou mais tarde que nunca disse que havia mísseis balísticos em Deveselu e supôs que suas palavras poderiam ter sido mal interpretadas. “Eu nunca disse que existem mísseis balísticos em Deveselu”, disse ele ao Mediafax. “De qualquer forma, é difícil acreditar que um ministro da Defesa possa dizer algo assim. Acho que isso é uma má interpretação”.

O sistema americano de defesa antimísseis Aegis Ashore estava instalado na Base Militar Deveselu em maio de 2016. Ele inclui o centro de comando e controle, os sistemas de lançamento vertical Mk-41 e os interceptores de defesa antimísseis SM-3 e é operado por 200 soldados dos EUA.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia afirmou repetidamente que ao implantar sistemas Aegis Ashore em países da Europa Oriental, Washington viola suas obrigações sob o Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (Tratado INF).

FONTE: TASS