Exército Holandês mostra seus sistemas de defesa antiaérea

Atrás, da esquerda para a direita: Lançador de MIM-104 Patriot PAC-2 (o Exército Holandês também opera sistemas PAC-3), radar MIM-104 Patriot AN/MPQ-53, radar TRML-3D/32, AN/MPQ-Radar Sentinel 64F1 do NASAMS 2, radar AN/TPQ-36 de contra-bateria Firefinder, lançador de AMRAAM do NASAMS 2.

Frente, da esquerda para a direita: radar de vigilância terrestre Thales Squire, veículo de reconhecimento Fennek com plataforma de armas Stinger, Stinger MANPADS, sistema de geração de imagens térmicas FLIR Ranger HDC-MS.

O radar TRML, as baterias NASAMS e o Stinger Weapon Platform Fenneks são combinados no Army Ground Based Air Defence System (AGBADS), que combina os dados de todos os radares em uma única imagem aérea integrada, acessível a todas as plataformas de armas.

A defesa antiaérea do Exército Holandês cobre as três camadas, formando uma bolha de proteção contra alvos a grande, média e baixa altitudes.

FONTE: Forças Terrestres