Investigadores britânicos teriam identificado atacantes que usaram gás Novichok

De acordo com a agência de notícias Press Association, os investigadores do Reino Unido declaram ter identificado os suspeitos do envenenamento da família Skripal com o agente nervoso Novichok.

Anteriormente, em 1º de maio, o conselheiro britânico de Segurança Nacional, Mark Sedwill, disse ao Comitê para a Defesa da câmara baixa do parlamento que não tinham sido identificados quaisquer suspeitos do ataque de março ao ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha Yulia em Salisbury, informa a agência Reuters citando a Press Association.

Em 4 de março, Sergei Skripal e sua filha Yulia foram encontrados inconscientes em um banco perto de um shopping em Salisbury. O Reino Unido e os seus aliados acusaram Moscou da organização do ataque com o suposto uso do agente nervoso Novichok.A Rússia refuta o seu envolvimento no envenenamento, apontando para a falta de provas apresentadas por Londres para substanciar as acusações.

No entanto, Sergei Skripal e sua filha já receberam alta do hospital.

FONTE: Sputnik