‘Braço longo’: além do S-400, há mais uma forma de empregar novíssimo míssil russo

O exército russo completou os testes estatais do míssil de longo alcance 40N6E, comunicou a edição Russkoe Oruzhie, citando uma fonte da indústria de defesa russa que pediu anonimato. O míssil pode entrar no serviço operacional da Rússia já até o final do terceiro trimestre deste ano.

russo
russo

De acordo com o analista militar entrevistado pela Sputnik, Viktor Murakhovsky, o novo míssil russo, apesar de ser concebido inicialmente para o sistema de defesa antiaérea S-400 Triumph, pode ser empregado também no sistema promissório S-500 Prometei.

O especialista destacou que se trata do primeiro míssil russo completamente novo e não de uma versão modernizada de um míssil soviético.

Segundo Murakhovsky, a principal finalidade do 40N6E russo é a eliminação de aviões de reconhecimento que estejam fora da zona de alcance dos sistemas de defesa antiaérea existentes. Por este motivo, o analista batizou o míssil como o “braço longo”.

“O míssil 40N6E é um braço longo, necessário para lutar contra aviões dotados do Sistema Aéreo de Alerta e Controle (AWACS), várias modificações do avião de reconhecimento RC-135, bem como contra sistemas aéreos de vigilância semelhantes ao E-8 Joint STARS norte-americano”, assinalou Murakhovsky.

Anteriormente, surgiram informações sobre a conclusão dos testes estatais do míssil russo de longo alcance 40N6E.

O 40N6E é capaz de destruir alvos a uma distância de 400 quilômetros. De acordo com vários dados, sua altura máxima de lançamento é de 185 quilômetros.

O sistema russo de defesa antiaérea S-500 terá um alcance de 600 quilômetros, podendo abater simultaneamente até dez mísseis balísticos supersônicos, bem como terá capacidade para eliminar ogivas de mísseis hipersônicos.

FONTE: Sputnik / Força Militar