Russos anunciam o blindado sobre lagartas Terminator 3

O diretor industrial da corporação russa Rostec Armament, Sergei Abramov, disse nesta segunda-feira (11.06) à agência estatal de notícias Sputnik, que a fábrica Uralvagonzavod trabalha no desenvolvimento de uma terceira geração do carro sobre lagartas de apoio a tropas blindadas Terminator.

“Considerando a experiência acumulada pelo uso em combate do Terminator 2, estamos agora trabalhando em nova modificação desta máquina”, admitiu Abramov.

“Estão sendo discutidas a melhoria das suas características táticas e técnicas, bem como a modernização do chassis. O novo veículo será capaz de operar contra todos os tipos de alvos: tropas inimigas, fortificações e ameaças que se aproximem pelo ar ou por terra”.

O Terminator 2 está em operação nos exércitos da Rússia e do Casaquistão, usando o chassis de um tanque T-72.

A torre combina o uso de mísseis antitanque (guiados a fio) Ataka-T, de 130 mm, um canhão automático bitubo 2A42, de 30 mm, e, como armamento secundário, a metralhadora PKTM, de 7,62 mm (além de lançadores de granadas AG-17D).

Em 2016 a Uralvagonzavod propôs à Força Terrestre peruana acoplar a torre do Terminator 2 ao chassis do velho tanque russo T-55, mas essa modificação nunca foi aprovada (em parte por ter sido considerada cara).

Automação – Parte do repertório de mudanças estudado para o Terminator 3 (denominação ainda extraoficial, à espera da aprovação do Ministério da Defesa) pode ser resumido da seguinte forma:

– Forte incremento na automação dos sistemas de armas e de guiagem do veículo, o que permitirá a redução da tripulação de cinco para três tanquistas (diminuição que já vem sendo testada em caráter experimental);

– Adoção de foguetes de “trajetória ajustável” (guiados), o que permitirá ao Terminator 3 enquadrar e derrubar os diferentes modelos de veículos aéreos não tripulados (drones);

– Substituição da arma bitubo da torre por uma peça de artilharia de maior calibre e melhor eficácia;

– Adoção, em decorrência disso, de munição de maior potencial de penetração.

As modificações devem exigir alterações nos setores de suspensão e de propulsão do blindado.

Assad – A companhia Uralvagonzavod criou a primeira versão de seu veículo Terminator no final dos anos de 1990, testando-o durante as guerras afegã e chechena – especialmente em cenários urbanos.

O resultado foi tão bom que o carro original fez sua primeira aparição pública no ano de 2000, basicamente com a mesma combinação de armas que o equipa até hoje.

Argélia, Azerbaijão e Síria demonstraram forte interesse na viatura. Ano passado um exemplar do Terminator 2 foi exibido para o ditador sírio Bashar, na base aérea síria de Hmeymim.

Por Roberto Lopes
Especial para o Forças Terrestres