Turquia: aquisição dos sistemas russos S-400 não ameaça OTAN

A aquisição dos sistemas antiaéreos russos S-400 pela Turquia não representa ameaça à OTAN, disse o ministro turco da Defesa, Nurettin Canikli, em Bruxelas.

“Explicamos [aos Estados Unidos] que não há risco ou ameaça. Garantimos que S-400 não representa nenhuma ameaça à OTAN”, disse Canikli após reunião com o secretário de Defesa dos EUA, James Mattis.

Canikli explicou, citado pela agência de notícias Anadolu, que os EUA estão preocupados que os S-400 tenham radares poderosos e que, quando instalados na Turquia, possam transmitir dados sobre caças F-35 de quinta geração e outras armas da OTAN.

“É por isso que muitos senadores se manifestaram contra a compra dos sistemas S-400 pela Turquia”, acrescentou o ministro.

Em dezembro de 2017, a Rússia e a Turquia assinaram um acordo para compra de duas baterias de S-400 por Ancara. As partes também concordaram em estabelecer uma cooperação tecnológica para organizar a fabricação de sistemas similares na Turquia.

Os representantes dos EUA e da OTAN repetidamente criticaram Ancara por esse acordo com Moscou.

O sistema antiaéreo S-400 Triumf (SA-21 Growler na classificação da OTAN) é capaz de atingir alvos aéreos de tecnologia furtiva, mísseis de cruzeiro, mísseis balísticos táticos e tático-operacionais.

O equipamento de geração 4+ possui um alcance de até 400 quilômetros e é duas vezes mais eficaz do que seus predecessores.

FONTE: Sputnik