Força Aérea norte-americana suspende voos de bombardeiros B-1B devido a falhas técnicas

A Força Aérea dos EUA suspendeu os voos de todos os bombardeiros B-1B Lancer devido a falha técnica na cadeira de ejeção quando uma das aeronaves fez um pouso de emergência, afirmou na sexta-feira (8) o porta-voz da Força Aérea, William Russell.

“Durante o processo de investigação, após o pouso de emergência de um B-1B em Midland, Texas, foi descoberto um problema com os componentes da cadeira de ejeção que precisava de ser desativada”, disse o porta-voz.

Segundo Russel, os voos dos B-1B foram suspensos em 7 de junho e a ordem permanecerá em vigor até todos os problemas serem resolvidos.

O B1-B é um bombardeiro estratégico, desenhado para atacar alvos inimigos com armas convencionais e nucleares.

Em abril, estes aviões participaram do ataque contra Damasco liderado pelos EUA que tinha como alvo supostas instalações de produção de armas químicas na Síria.

No ano passado, a Lockheed Martin anunciou os planos de equipar com mísseis de cruzeiro de longo alcance antinavio LRASM os B-1B da Força Aérea em 2018 e em 2019 os da Marinha.

FONTE: Sputnik