Explosão ocorre perto de universidade da capital afegã, Cabul

Uma explosão ocorreu perto da Universidade Politécnica de Cabul, onde hoje decorria um encontro de clérigos, causando ao menos quatro mortos, informou o canal de TV TOLOnews.

Segundo testemunhas, a explosão ocorreu quando os clérigos estavam saindo do edifício onde teve lugar a reunião. No encontro, os participantes condenaram o conflito atual no país.

De acordo como o chefe da polícia local, citado pela agência AP, a explosão matou ao menos 4 pessoas. O explosivo foi ativado por um homem-bomba, segundo a polícia.

“Conforme nossas informações preliminares, o ataque suicida ocorreu quando os convidados estavam saindo da sala” onde decorreu a reunião, por volta das 11h30 [4h00, horário de Brasília]”, disse o porta-voz da polícia, Hashmat Stanikzai ao canal TOLOnews.

Por enquanto, nenhuma organização assumiu a responsabilidade pelo atentado.

Hoje de manhã, o conselho de clérigos, constituído por cerca de 2 mil líderes religiosos de todo o país, emitiu uma fatwa, pronunciamento legal no Islão, condenado os ataques terroristas como sendo proibidos pela lei do Islã. Os clérigos também apelaram ao governo e seus adversários, em primeiro lugar ao movimento Talibã (considerado terrorista na Rússia e em outros países), para que iniciem o diálogo.

O Afeganistão permanece em grande instabilidade política e social, com as forças governamentais combatendo a contínua insurgência do Talibã e outros grupos radicais que operam no país.

FONTE: Sputnik