Membros do Estado Islâmico estão a ser retirados do sul de Damasco – Observatório

Os membros do grupo radical Estado Islâmico na Síria estão a ser retirados de várias zonas do sul de Damasco no quadro de um acordo secreto com as autoridades, disse hoje o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Uma série de autocarros que transportam combatentes do Estado Islâmicos e familiares abandonou durante a madrugada a zona do campo de refugiados palestinianos de Al Yarmuk, bairro de Al Tadamun, no sul da capital síria, onde ocorreram violentos confrontos no final do mês de abril.

Por outro lado, os membros do Estado Islâmico que permanecem no local continuam a destruição das bases, quartéis e veículos sendo visíveis densas colunas de fumo, sublinha a organização não-governamental.

Segundo o observatório, a situação no local “é calma” depois de ter sido alcançado no sábado um acordo para a retirada de combatentes do grupo extremista, o que “supõe na prática um acordo de rendição”.

O Observatório Sírio dos Direitos Humanos adianta que a retirada vai prosseguir e que está a ser preparado uma nova coluna de autocarros que vão transportar os extremistas.

Os membros do Estado Islâmico, combatentes e familiares, estão a ser conduzidos para zonas desérticas no leste da Síria controladas pelo grupo.

Os meios de comunicação estatais sírios desmentem as informações que estão a ser transmitidas pelo observatório negando que está a decorrer uma operação de evacuação da zona e que o Exército de Damasco mantém os combates contra os extremistas islâmicos no sul da capital.

FONTE: Diário de Notícias