Sem publicidade desnecessária, melhores mísseis antitanque russos chegam à Síria

O Exército Árabe Sírio recebeu da Rússia os modernos sistemas antitanque Kornet-D, de alcance aumentado. A informação foi divulgada por diversas fontes terroristas, da oposição e até no exército sírio.

As primeiras notícias sobre os novos Kornet-D surgiram nos portais afiliados à oposição, após uma série de ataques “inexplicáveis” contra os veículos dos radicais.

Inicialmente, eles foram considerados como ataques aéreos, mas não havia aviões na área para promover essa hipótese, informou o canal Directorate 4, dedicado a monitorar atividades terroristas, no Telegram.

A agência árabe Al Masdar também citou um relatório militar sobre o uso do Kornet-D em diferentes partes da Síria.

Em um caso específico, Kornet-D foi “responsabilizado” pela destruição de um SUV de um dos grupos de oposição na província de Hama, a uma distância de 7 quilômetros.

​As “queixas” dos terroristas são “compreensíveis”, pois este sistema anti-tanque está entre os melhores do mundo pelas suas capacidades técnicas, afirmou aos jornalistas russos o cientista político militar russo e professor da Universidade de Economia Plekhanov, Andrei Koshkin.

“O alcance máximo de Kornet-D equipado com mísseis FM-3 é de 10 quilômetros. Ele é capaz de penetrar até 1.300 milímetros de armadura. Pode ser equipado com ogivas explosivas e termobáricas e é capaz de abater alvos aéreos”, disse o especialista.

Além disso, os instrutores russos ensinaram bem os soldados sírios. Desse modo, a precisão e eficácia de seus ataques é bastante elevada. “Os seus principais alvos são os SUVs e os tanques blindados leves”, acrescentou Koshkin.

Kornet-D é portátil e pode ser instalado em veículos blindados, inclusive no blindado russo Tigr.

O Kornet-D é uma evolução do sistema anti-tanque russo Kornet. Ao contrário de seus antecessores, o míssil é guiado por laser e, portanto, tem um alcance muito maior.

FONTE: Sputnik