Índia emite Requisição de Propostas para os 200 helicópteros Ka-226T

A Índia deu um passo adiante e alcançou um marco em seu projeto de aquisição e co-produção de 200 helicópteros Kamov Ka-226T provenientes da Rússia para o Exército Indiano e a Força Aérea Indiana (IAF), disseram autoridades do Ministério da Defesa.

O ministério, há poucos dias, emitiu uma Solicitação de Proposta (RFP) para o projeto ao fabricante, Russian Helicopters, parte da corporação russa Rostec. “A RFP para os 200 helicópteros Kamov foi assinada e entregue há uma semana à Russian Helicopters. Este é um marco no processo de aquisição deles”, disse um funcionário.

A RFP é um documento importante no processo de aquisição da defesa indiana e elabora os requisitos gerais do equipamento, os números necessários, os prazos de entrega, o pacote de manutenção e suporte.

As autoridades explicaram que a RFP foi elaborada em consulta com a instalação da joint venture entre a Russian Helicopters e a empresa estatal indiana de defesa, a Hindustan Aeronautics Limited.

No ano passado, autoridades indianas e russas haviam se reunido várias vezes para classificar a RFP, incluindo a compreensão de como o programa se desenvolverá na Índia. A RFP deixa clara a intenção de obter 200 dos helicópteros, o que implica 135 para o exército e 65 para a IAF.

“Para o exército, 40 estarão em condição de voo e os outros 95 serão co-produzidos com a Rússia”, explicou um funcionário, acrescentando que o próximo passo é a fabricante responder à RFP para levar o processo adiante.

AFAndrey Boginskiy, diretor-geral da Russian Helicopters Holding Company, na Defexpo-2018, realizada em Chennai no mês passado, explicou aos repórteres: “Em um momento mais próximo, o lado russo espera a emissão da RFP para 200 helicópteros e isso significa que chegamos muito perto de entrar no contrato.”

Autoridades acrescentaram que o contrato deve ser assinado até o final deste ano. Os helicópteros Kamov substituirão os antigos helicópteros Cheetah. Para isso, em 2015, a Índia e a Rússia assinaram um acordo intergovernamental para o fornecimento e localização da produção dos helicópteros na Índia. Em maio de 2017, uma joint venture no âmbito do acordo foi registrada em Bangalore entre a Russian Helicopters e a HAL.

Como parte do projeto, a Índia irá adquirir 60 dos 200 helicópteros em condição de voo, que serão produzidos na fábrica de Helicópteros de Ulan-Ude, enquanto os 140 remanescentes serão fabricados na Índia sob a joint venture. O empreendimento conjunto estará localizado nas proximidades de Tumkur, perto de Bangalore.

Boginskiy explicou que, “pelo menos 140 helicópteros serão montados nas instalações da joint venture com um aumento gradual no local. Inicialmente, componentes e tecnologias serão transferidos e as provisões serão feitas para a organização da produção na Índia, então a produção de componentes dos materiais fornecidos e montagem de helicópteros começará, e, finalmente, a montagem completa dos helicópteros será organizada.

Ele acrescentou que, ao mesmo tempo, a Planta de Aviação de Ulan-Ude está se preparando a todo vapor para a sua parte de trabalho – a produção de 60 helicópteros Ka-226T para a Índia.

Fonte: Economic Times