Caça Su-30MKI indiano consegue detectar avião ‘invisível’ chinês

Um avião da Força Aérea da Índia conseguiu rastrear um caça chinês Chengdu J-20 voando sobre o Tibete, informou o portal indiano Defense Research Wing.

Segundo a publicação, isso ocorreu quando os aviões de combate chineses praticavam batalhas aéreas na área de fronteira com a Índia. Depois dos exercícios, os pilotos indianos que estavam observando as manobras a partir de seu espaço aéreo disseram que o radar de um Su-30MKI poderia ter detectado o avião furtivo que supostamente deveria ser invisível.

“Os novos aviões chineses não são tão invisíveis como gostariam de ser, porque podem ser detectados sem o uso de radares Stealth especiais, apenas com a tecnologia de radares existentes disponíveis”, explicou o portal citando representantes da Força Aérea da Índia.

Além disso, o fato de o radar de um Sukhoi conseguir detectar o avião chinês significa que a produção do J-20 não afetará o equilíbrio de forças na região.

A Rússia e a Índia são parceiros importantes no campo da cooperação técnico-militar. Cada ano, Moscou entrega armas e equipamento a Nova Deli no montante de bilhões de dólares. Entretanto, o caça polivalente Su-30MKI é fabricado de forma independente sob licença russa e com o uso de alguns componentes importados da Rússia.

FONTE: Sputnik