HMS Agincourt é o sétimo submarino classe ‘Astute’

A CONFIRMAÇÃO DA CONSTRUÇÃO DO SÉTIMO SUBMARINO NUCLEAR DA CLASSE ASTUTE, HMS AGINCOURT, E UM INVESTIMENTO DE £ 2,5 BILHÕES GARANTIRÁ PELO MENOS 8 MIL EMPREGOS NOS SISTEMAS DA BAE EM BARROW, DE ACORDO COM O SECRETÁRIO DA DEFESA DO REINO UNIDO.

O Agincourt terá provisão para até 38 armas em seis tubos de torpedos de 21 polegadas. O submarino será capaz de usar mísseis de ataque terrestre Tomahawk Block IV com um alcance de 1.000 milhas e torpedos pesados Spearfish.

Ontem, no estaleiro da BAE Systems em Barrow-in-Furness, na Cúmbria, o secretário de Defesa Gavin Williamson disse:

“Esse investimento de muitos bilhões de libras em nossos submarinos nucleares demonstra nosso compromisso inabalável de manter o Reino Unido seguro e protegido contra a intensificação de ameaças. O Agincourt completará a frota de sete membros da Marinha Real Britânica de submarinos de ataque caçadores-matadores, os mais poderosos que já entraram no serviço britânico, enquanto nossa dissuasão nuclear é a defesa definitiva contra os perigos mais extremos que poderemos enfrentar.

As notícias de hoje suportam 8 mil trabalhos em submarinos da BAE Systems, além de milhares de outros na cadeia de suprimentos, protegendo a prosperidade e oferecendo oportunidades em todo o país”.

A confirmação para o sétimo e último navio da classe Astute foi dada na Revisão Estratégica de Defesa e Segurança de outubro de 2010, embora ainda não houvesse encomenda.

Em 6 de março de 2018, Guto Bebb, ministro de Suprimentos da Defesa, confirmou que o MoD havia obtido aprovação do Tesouro para assinar um contrato para Astute Boat 7, depois que um documento vazado sugeriu que o submarino poderia não ser obtido como uma medida de redução de custos.

Entende-se agora que a construção do sétimo submarino começou.

HMS Astute em corte

FONTE: ukdefencejournal.org.uk / Força Militar