EUA ameaçam Turquia com sanções em caso de compra dos sistemas S-400 da Rússia

Em dezembro 2017, Rússia e Turquia assinaram um acordo de empréstimo para o fornecimento de sistemas de mísseis de defesa aérea S-400 russos para a Turquia.

O assessor do secretário de Estado dos EUA, Wess Mitchell, declarou nesta quarta-feira (18), durante uma audiência na Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Representantes dos EUA, que a Turquia pode receber sanções após a compra dos sistemas de defesa russos S-400.

“Ancara confirma que concordou em comprar os sistemas de mísseis russos S-400, o que pode potencialmente levar a sanções no âmbito do artigo 231 da Lei de Contenção de Adversários da América Através de Sanções [CAATSA] e influencia negativamente sobre a participação no programa dos F-35 [caças de 5ª geração]”, disse o representante do Departamento de Estado na audiência sobre a política dos EUA no Oriente Médio.Em dezembro do ano passado, os representantes russos e turcos assinaram um acordo de crédito para fornecimento de sistemas S-400. Segundo as declarações do militares turcos, Ancara está adquirindo os sistemas que serão operados pelas tropas do país. As partes também pretendem realizar uma cooperação técnica e transferência de tecnologia durante o processo, para desenvolver a produção de armamentos do tipo na Turquia.

Anteriormente, o ministro da Defesa turco, Mevlut Cavusoglu, havia qualificado como inaceitáveis as ameaças dos EUA devido à compra dos S-400, acrescentando que Ancara originalmente planejava comprar sistemas de defesa antiaérea dos seus aliados da OTAN, mas os últimos “têm sempre alguns problemas”.

FONTE: Sputnik