França planeja nova força de intervenção rápida fora da UE

PARIS / BERLIM – O governo francês lançará, em junho, uma força militar de crise europeia desdobrável, fora dos esforços da União Europeia, disseram fontes do Ministério da Defesa da França nesta quinta-feira.

Paris esteve em contato com uma dúzia de países, incluindo Alemanha, Holanda, Grã-Bretanha e Dinamarca, sobre a iniciativa, mantendo um grupo de trabalho para delinear a ideia em março.

O plano é reunir países europeus com capacidade militar e vontade política de colaborar no planejamento, realizar análises conjuntas de crises emergentes e reagir rapidamente a elas.

“Não seria dentro da União Europeia e permitiria que países de fora, como a Grã-Bretanha, fizessem parte dela”, disse uma fonte.

O presidente francês, Emmanuel Macron, esboçou a ideia de ter uma força europeia de intervenção rápida até o final da década, durante um discurso histórico sobre a Europa em setembro passado.

Enquanto alguns grupos intervencionistas táticos da UE existem em princípio, até agora nunca foram usados.

FONTE: Reuters