Rússia nega que caças F-35 israelenses tenham sobrevoado a Síria

MOSCOU – O Ministério da Defesa da Rússia rejeitou os relatos de mídia que alegam que  jatos israelenses F-35 conseguiram ludibriar os sistemas russos de radar de defesa aérea na Síria e fazer reconhecimento aéreo no local, disse uma fonte do ministério.

“As informações publicadas por alguns meios de comunicação que citaram uma fonte estrangeira alegando que os caças israelenses enganaram os radares russos e fizeram um reconhecimento de alta altitude não fazem sentido”, disse ele. “Qualquer aeronave torna-se facilmente perceptível e vulnerável aos radares da maioria dos países se voa em alta altitude”.

As defesas antiaéreas sírias provaram mais de uma vez sua capacidade de detectar e, além disso, derrubar mísseis ar-terra, que têm uma área refletora efetiva muito menor do que os jatos F-35, disse a fonte.

“Quanto às defesas aéreas russas na Síria, elas fornecem proteção confiável às instalações de defesa russas em Tartus e Hmeymim”, disse ele.

Uma fonte bem informada afirmou em uma entrevista ao jornal kuwaitiano Al-Jarida que dois caças F-35 israelenses conseguiram fazer reconhecimento no espaço aéreo do Irã no início deste mês depois de atravessar o território sírio e iraquiano sem ser notados.

FONTE: TASS