China estaria aumentando presença no mar do Sul da China com ‘resultados impressionantes’

A China construiu 29 hectares de infraestruturas na área das ilhas disputadas pelos vizinhos da região.

Segundo informa um relatório publicado no site chinês Haiwainet, a China continua suas obras de construção em recifes e baixios no mar do Sul da China.

“O curso da construção está avançando de forma constante e foram alcançados uma série de resultados impressionantes”, destaca o relatório.

Acrescenta-se ainda que a China ampliou a área das ilhas e recifes para “melhorar as condições de vida e trabalho das pessoas que vivem lá e para reforçar as necessárias defesas militares do mar do Sul da China no quadro da soberania da China.

A expansão continuará ainda mais com a introdução da superdraga Tianjing, uma “máquina mágica de construção de ilhas”. Segundo destaca o relatório, desde o início do ano a China construiu 290.000 metros quadrados de instalações, incluindo um armazém subterrâneo, prédios administrativos e grandes instalações de radar.A disputa envolve as ilhas Spratly e Paracel. Anteriormente, foi relatado que a China estaria desenvolvendo a construção de ilhas artificiais no arquipélago Spratly, onde aviões de combate e outros equipamentos militares estariam sendo colocados.

Sputnik News